Carta

Data: 11/06/2014 | De: Eduardo Janin 19/03/2013

Galera depois que eu fiz a área de estágio eu escrevi esse texto. Uns dois dias depois. Estava guardado na minha gaveta, mas o Gustavo me incentivou a postar aqui, então aqui vai.

Carta ao futuro Granitense:

Olá, meu caro! Que bom que resolveu juntar-se a nós. Fico feliz de te ver aqui. Porém, antes de qualquer coisa, um aviso: se o que você procura é somente o lazer, o ar puro da montanha, as belas paisagens ou a calma do campo, irmão, vocês está no lugar errado. E você não imagina o quão errado está.
Todas essas coisas você encontra em outros lugares, bem facilmente. E com um esforço BEM menor do que o daqui. Um pequeno gasto e seus passeios em grupo, com segurança e calmaria estão garantidos.
Mas calma! Não se vá ainda. Eu só disse o que você não encontra aqui. Eu era um desses, procurava apenas um pouco de exercício e minha calma no campo. Encontrei muito mais que isso.
Encontrei uma escola de vida. Um local que me ensinou muito mais do que muita gente aprende a vida inteira. E sinto que não absorvi tudo ainda. Talvez a dor nas coxas e nos ombros, talvez os machucados nos braços, talvez a falta da voz, quem sabe sejam as poucas horas dormidas ou ainda talvez seja minha euforia por poder voltar a usar preto que embacem meu raciocínio e não me deixem ver tudo tão claramente. Mas mesmo assim vejo que aprendi tanto.
Aprendi que autoridade não significa autoritarismo e com isso um preconceito enorme caiu! Ainda vejo erros e exageros, mas percebo que não fazem parte da essência, mas sim de nossas cabeças confusas.
Aprendi que o grupo é maior que o indivíduo. Que olhar para o próximo e ver nele você mesmo, ajuda a entender isso. Somos um só e tudo aquilo que vejo sendo manifestado lá pode se manifestar aqui. Colocar-se no lugar do outro é uma ótima forma de ver isso. Você não está livre daquelas emoções que você vê no outro e não gosta, logo tente não julgar.
A confiança no grupo é essencial. Não significa passar a mão na cabeça e nem acreditar cegamente. Confiança. Saber que você está sendo cuidado, que existe a mão amiga. Ela te cobrará, mas também sempre estará lá pra te amparar, te apoiar, se fazer presente.
Aprendi que sou capaz de mais. Mais do que imagino, mais do que faço, mais do que sinto, bem mais. Mesmo quando não sou mais capaz, ainda consigo fazer mais!
Já tinha escutado falarem por aí, mas senti na pele, literalmente, que minha mente é quem manda. É ela quem impõe meus limites, minhas fraquezas e até minha dor. Isso não significa que eu não os tenha mais, o limite, a fraqueza e a dor, mas vejo claramente que para superá-los é uma questão de tempo, preparar ação, mas acima de tudo motivação.
As adversidades sempre existirão. E mais ainda, são imprevisíveis. Quando você menos espera um furacão passa e você tem que se reerguer da terra. Catar o que ficou, tirar o que não precisará e se manter firme. Aprendi que diante dessas adversidades posso seguir 2 caminhos. Ou choro, raiva, desespero e, consequentemente, confusão. Ou aceitação, calma, inteligência e, consequentemente, a percepção de que aquilo me torna mais forte, mais preparado. E a maior lição disso é que o caminho a ser tomado é escolha minha. Só minha, não da vida, do acaso, do destino, da sorte ou qualquer coisa assim.
Lembrei também que a disciplina é muito importante. Que a falta me faz no meu dia a dia! Lembrei o quão bem-aventurado eu sou e como meus problemas são pequenos quando expostos. A sorte me acompanha e quando ela me falta o amor, a compaixão e o perdão têm que estar lá, senão o dano será maior ainda.

Nesse momento, caro leitor, espero que você já tenha entendido o que falei lá no início. Espero também que tenha visto se aqui é ou não o seu lugar. Mas mais importante ainda, mesmo que você ache isso tudo uma grande baboseira pseudo-altruista, caro leitor, espero que tenha percebido que se você precisar estaremos lá por você.

MONTANHA!

Eduardo Janin (Cavalera)

Novo comentário


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!